sábado, 26 de novembro de 2011


lembranças

um olhar triste segue no horizonte
em busca da claridade da felicidade
que se escondeu nos bosques das dores

a saudade faz presença na sua ausência
que tortura toda uma vida sentida
e as lágrimas são vivenciada em sua totalidade

o sorriso esconde-se em um jardim pálido
sem aroma,onde as flores não desabrocha
pra enfeitar o semblante sofrido

o mar é um infinito de certezas
que amacia a alma cansada
de sofrer uma desilusão intensa

o canto do rouxinol deixou de ser
balsamo para eternidade dolorida
tornou-se uma viagem nas lembranças sofrida.

Márcia Lyrio  


felicidade conquistada

entre beijos,olhares e abraços
entre lençóis bagunçados
entre melodias do vento adentrando pela janela
entre sonhos e realidade
consumamos o amor
em uma noite fria
onde nossos corpos
bailavam entre ritmos
frenéticos de prazer
aromatizamos a vida com
o perfume que exalamos
dos poros sedentos de desejos
sentimos brotar nos corações
borbulhas de infinita
felicidade conquistada
a cada toque da nossa alma
e vivenciado a cada beijo surgido.

Márcia Lyrio 

te amar

tudo torna-se vida
quando chega
aparando as arestas
de uma tristeza
constante no meu coração
com sua leveza contamina
minha alma com a pureza
do seu olhar,levando-me
a um caminhos de certezas
onde o mar com sua fúria
mostra-me a calmaria de amar-te
a cada nascer do sol e vivo
no equilíbrio de ultrapassar
o entendimento que é viver
a plenitude de te amar.

Márcia Lyrio




nossas almas

assim chegou o amor
em uma manhã chuvosa
entre pingos de esperanças
e certezas do existir
sentir um calor vindo
do solo estrelado
onde iluminou toda
minha alma na plenitude
da eternidade,meus olhos
falaram como notas
musicais de uma sinfonia
a felicidade se apossou
dos meus sentidos
ao toque do pulsar do
meu coração que ritmou
seu nome no compasso
do meu respirar
sentados nas nuvens
comungamos o nascimento
do amor entre nossas almas.

Márcia Lyrio 

concretização 

de um olhar nasceu o sorriso
do sorriso um abraço
de um abraço o beijo
e assim foi concretizado
o que ainda era sonhado
entre jardins e encantos
viestes e desabrochou
toda permanência sentida
e tornou-se dono da concretização
de uma vida, pois o amor
tem a sua forma
 
de sorrir,olhar,abraçar e beijar. 

Márcia Lyrio


quimera

dormiu várias noites
num único dia despertou
como se a vida tivesse retrocedido
os pés dormentes pisaram
o passado nunca acontecido
olhou-se no espelho
e sofreu a certeza
que o tempo passou
e ficou somente
nas lembranças
inexistente que a perseguia
os sorrisos na face pálida
da lugar as gotas de dor
que nasciam das retinas
sem brilho que ela tinha
olhou ao seu redor
e sem esperança
voltou a adormecer
um sono de quimera.

Márcia Lyrio  

os poetas

entre papeis e canetas
o  poeta da vida
aos sentimentos
em que sua alma esta
transbordada,seus dizeres
segue uma linha
de vontades absolutas
quando em inspiração
transfere suas emoções
a escrita,não mas te pertencem
seus versos que já foram
tomado por quem os ler
e os sentem,pois os poetas
vão e a poesia fica alimentando
os sonhos de todos que vive a plenitude
de deliciar uma obrar nascente da mas
pura expressão de desejos
os poetas são instrumentos divino
para adentrar nos coração
e fazer frutificar as sementes
dos sentimentos sublimes.

Márcia Lyrio


meu amor por você

nos olhos da esperança
vejo o brilho da certeza
surgir com a vitalidade
dos sonhos nascentes
flutuo sobre pétalas perfumadas
que abrilhantam uma jornada
de vontades harmônicas
passadas por realidade sentidas
querer-te ao meu lado
é caminhar entre realizações
desejadas desde do principio
é a concretização das vontades
pretendida perfumadamente
e sentindo a alma borbulhar
emoções vou plantando
na eternidade meu amor por você


Márcia Lyrio


domingo, 20 de novembro de 2011


sonho secreto

entre procuras e quereres
surgiu tu com sua luz
emanado paz,harmonia
que sua alma descreve
em comunhão com a minha
sinto na pele o calor
dos teus olhos me desnudando
entre vontades e certezas
no buque dos meus desejos
te realizo nas nuvens de brilhos
e faço de ti meu sonho secreto
de prazeres a ser realizados
na plenitude do amor.

Márcia Lyrio


recomeçar

andou entre o roseiral
e furou o dedo em meio
aos espinhos renovador
sentiu dor e chorou
gotas cristalinas brotaram
em sua face triste
sentou-se em meio as rosas
deixou-se embriagar pelo
seu perfume encantador
e decidiu recomeçar e foi
entre espinhos e rosa,que seguiu
a caminho da sua real felicidade
pois, recomeçar é uma forma
do nosso coração
se enfeitar para o novo
que está por vim.

Márcia Lyrio


sua indiferença

 fui pra ti somente fragmentos de sua poesia
nada valeu entregar-te meus sentimentos
não rimo, mas em sua vida como um soneto
choro a sua ausência em meu pergaminho

sinto sua indiferença invadir meu coração
pisas-te nele e fez brotar feridas sangrentas
que a cada desvio de olhar seu
sangra escorrendo pela alma

da mesma forma que vieste foi
como uma emoção avassaladora
que modificou toda uma vida
ritmada pela constante certeza

hoje choro seu desamor, brincou em um solo sagrado
despertou sentimentos sem sentido
vez de minha eternidade curta
e lamento na beira do precipício da angustia. 

Márcia Lyrio



musica. 

uma canção que nasceu das notas
musicais que estavam perdidas em meu corpo
escrevi a letra em sintonia com
a sua melodia e a harmonia ficou perfeita.

hoje estamos cantando o amor em
todos os ritmos, mesmo que separados
levando ao mundo as melodias do amor
que deciframos nos momentos que tocamos juntos.

dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó essas são as notas
musicais, que estão na partitura dos músicos
e na minha partitura estão as notas que tocaram
meu coração que estavam à deriva em sua
alma e hoje é tocada na poesia da minha vida.

por mais que seja difícil viver á duvida de uma
autoria musical vamos sentir que sua real canção
esta escondida na verdade do nosso coração
onde as notas musicais nunca desafinam
na canção principal que é viver um amor. 

Márcia Lyrio


felicidade

entre sonhos e realidades
você surgiu fazendo
bagunça nas minhas emoções
que estavam em um caminho
costumeiro de ser
flutuo sobre o chão
de brilhos que ilumina
a estrada florida de certezas
vieste e agora sinto perfumes
de dizeres sobre meus desejos
juntos seguimos o trilho do amor
nas melodias das notas musicais
das verdades sentidas
a ti,serei permanência e
plenitude de uma felicidade eterna.

Márcia Lyrio

felicidade mascarada

as cores do mundo se perdem
entre nuvens cinzentas onde
não se forma os arco-íris de alegria
a terra definhou,a vegetação secou

os sorrisos tornaram-se  homeopáticos
o sol perdeu o brilho azul do céu
findou,foi embora junto com
a brisa  acolhedora

do asfalto brotam lagrimas
de um sonho que se perdeu
entres verdades desencontradas
e musicas desafinadas

a beira da ausência a dor
invadi os pensamentos
o levando ao choro silencioso
da felicidade mascarada.

Márcia Lyrio

Pesquisar este blog

Páginas